segunda-feira, 10 de maio de 2010

Hentai? Arte ou Pornografia?

Hentai é uma palavra japonesa para desenhos de teor pornográfico. Nos países ocidentais, o termo é usado para se referir em especial à pornografia nos estilos japoneses de desenho (Mangá) ou animação (Anime).
Significado japonês

No Oriente, a palavra hentai significa metamorfose, anormalidade, pornografia ou perversão sexual; nunca é usado para referir a atividade sexual "normal", nem qualquer entretenimento de sexo explícito. Os termos 18-kin (18禁, literalmente "18-proibido"), que significa "proibido a menores de 18 anos", e seijin manga (成人漫画, "manga para adultos" ) são usados pelos japoneses nesse sentido.

História

Acredita-se que o hentai seja inspirado em formas de arte erótica que já existem no Japão desde o Período Edo, que ocorreu de 1600 a 1867. Naquela época, eram comuns gravuras tradicionais, conhecidas como ukiyo-e, que versavam todos os temas, inclusive o sexo e a nudez. Estas eram conhecidas como shunga, e utilizadas como manual para instruir recém-casados ao sexo, ou como objeto para auxiliar a masturbação. Muitas vezes, coleções de shunga eram dadas como presente de casamento para serem usadas na lua-de-mel. Com a Restauração Meiji, foi introduzida no Japão a cultura ocidental, que tinha na época grandes barreiras morais à nudez em público. Com isso, o shunga entrou em decadência, mas a pornografia continuou a existir de forma mais escondida. Em 1983, a Nintendo lançou os primeiros pornográficos para computador no Japão. Esses jogos empregavam hentai, e não mulheres de verdade, para contornar as limitações gráficas dos computadores da época. O mercado de jogos hentai, a partir daí, alcançou um tamanho razoável em países do extremo oriente e publicou alguns títulos de pouca expressão no ocidente. No final da década de 80, o hentai ganhou um novo impulso com a popularização do doujin, ou mangás amadores. Estima-se que metade do mercado seja composto por pornografia, embora seja difícil calcular pois muitos desses trabalhos são divulgados pela internet.

Se você sentiu a garganta seca, o suor brotar pelo corpo, ou frio na barriga; não se assuste. Estamos procurando o seu ponto fraco para te excitar (ou incitar?) a ler esta matéria ate o fim.
Vamos introduzir este assunto de forma delicada e agradável, se você permitir, claro. Aconchegue-se e curta o momento.
Para alguns poucos conhecedores do mundo “animaniaco” em que vivemos ser hentai é ser sem vergonha, viciado em ver cenas de personagens nus ou fazendo sexo em desenhos ou revistas de mangá. Já viu um viciado nisso?



Para outros, o hentai é um estilo de vida, é ser divertido, se envolver em situações excitantes ou gostar de curtir o lado sensual da vida otaku.

O surgimento do hentai moderno começou após o fim da Segunda Guerra Mundial, quando permitiu-se novamente a publicação de material pornográfico.Muitos criam nomenclaturas para maquiar este tema deliciosamente polemico. Em uma pesquisa vimos que há muitas diferenças entre Hentai (considerado pornô explicito) e Ero (cenas eróticas leves).



Vamos ao ponto G da matéria. Você sabia que existem vários gêneros de hentai? A versão taradinha tão famosa no mundo dos fãs de anime e modinhas japas possui algumas classificações de acordo com as fantasias das relações sexuais exploradas.
Echii: possui um tom mais divertido, inocente, leve e light.

Furry: cenas de sexo com personagens imaginários, como nekos. Animais personificados, humanos com rabos e orelhas de animais. (quem nunca sonhou com um gatinho ou coelhinha?)


Futanari: possuem enredos com hermafroditas. Homens com corpo masculino e com orgão feminino. Ou mulheres com o corpo feminino e com orgão masculino. (cada um tem seu gosto, mas tem horas que eles ou elas são tão lindos que da ate duvida sobre nossas opções sexuais)

Gore: é um lance mais dirigido aos tarados por mutilações, cenas sangrentas, morte e quem sabe até necrofilia. (tudo bem... esse gênero eu passo a bola para alguém que curta)


Hope: o sexo é feito com objetos, muitas vezes cortantes como tesouras, espadas, ganchos. (bom para os amantes do sadismo hein?)

Josou Shoujo ou Yuri: Meninas vestidas de meninos ou personagens femininas juntas em cenas calientes. (dizem que só a mulher da prazer de verdade a outra mulher)


Jouso Shonen: agora são os meninos vestidos de meninas brincando entre si. (olha a fantasia com a lingerie da mamãe ai gente!)

Lemon: seria a personificação de cenas picantes no yaoi , é quando aparece os órgãos sexuais propriamente dito. (luzes, câmeras, órgãos e ação!)

Loli-con: cenas de homens mais velhos com menininhas menores, as famosas lolitas. (ah saias curtas sem calcinha das colegiais)


Lolitacon ou Loli-con Orange: mostra cenas das lolitinhas entre si. (aquela fase dos descobrimentos)

Parshot: Os personagens apenas ficam com suas partes íntimas expostas , mesmo sem nenhuma cena de sexo explícito. (típica provocação para sua mente perversa)

Piko no Boku: os personagens usam gelo, sorvete, doces ou brinquedos infantis no lugar dos órgãos em suas brincadeiras. (onde esta a mamadeira que eu guardei embaixo da cama?)


Shonen Ai: típico romance homo masculino, onde não ocorrem cenas sexuais e sim beijos e caricias leves.

ShotaCON: é um tipo de anime com cenas de garotos menores de idade, com temática de escola ou esportes. (pensem nos vestiários agora por um ângulo mais amplo)


Shoujo Ai: Romance homo feminino, onde não ocorrem cenas sexuais e insinuações de mulheres lindas e hots. (juntem as secretarias gostosas em uma convenção e terá um anime ao vivo desse).

Tentacle Hope: No lugar de objetos ou órgãos humanos como fontes de prazer, as personagens curtem orgasmos com tentáculos e criaturas de outros planetas. (por favor, mande um alien gostoso com 3 pontas por favor... ou uma alien com muitos buraquinhos).
Yaoi: Nele já há cenas como beijos entre os personagens masculinos e coisas mais picantes, sem vulgaridade.


Toddlercon: Imagens de crianças nuas menores de 5 anos com duplo sentido. (a duvida me vem a mente: pedofilia em anime é crime?) Yatai: com personagens que trocam de sexo quando bem entendem, podendo ter versões masculinas e femininas. Yiff: é um termo que significa sexo aos adeptos do furry, pessoas vestidas de animaizinhos fofos e gostosos (por favor... passa no sex shop mais próximo e olhe os modelitos la, ta?). Gerakuro: Hentai com Idosos Escolha sua opção, o que mais lhe agrade em gênero numero e grau e se sirva de prazer. Afinal o cardápio é vasto para toda imaginação. Sem esquecer que também no blog existem downloads de wallpapers e hentais!! XD

Nenhum comentário:

Postar um comentário

!!OTAKU'S NA CONQUISTA DO MUNDO!!